Como a ilustração pode ajudar a contar
a história da tua marca?

Temos pouco tempo, demasiada informação para filtrar e, muito para contar.
Andamos acelerados, o tempo não pára e temos objetivos a cumprir. Comunicamos todos os dias de diversas formas, queremos descobrir novos mercados, chegar a novos clientes, crescer muito e esperar pelo melhor. Devemos esperar sempre pelo melhor, certo? Manter o espírito de aventura no quotidiano e nunca esquecer de dar uma chance ao otimismo, dar a conhecer a nossa história desta forma.

 

Mas contar o quê? Dizer quem somos, o que fazemos, como fazemos, onde estamos e onde queremos chegar. Clarificar ideias, marcar um posicionamento, deixar uma mensagem. Do papel ao ecrã, da fachada ao produto final há uma narrativa não verbal que se vai construindo ao longo do tempo. Essa narrativa é única e bastante visual.

 

 

Como pode a ilustração contar a nossa história ou beneficiar o nosso projeto?

 

A ilustração pode ser entendida como palavras e imagens que partilham o mesmo suporte e servem a comunicação de uma determinada ideia. Há uma intenção clara de elucidar, ou seja, de transmitir algo novo e que complementa o que já é óbvio. A ilustração explora o universo do texto, do desenho, da forma, do formato, da tipografia, das cores, das técnicas e das texturas.

Confere assim uma nova camada, traz uma nova interpretação do real, um novo ponto de vista. Desde a ilustração científica à infantil, seja com recurso a técnicas manuais ou digitais, é sempre complementar ao storytelling. Pode ser aplicada em projetos ou situações diversas como no caso do design editorial, do packaging, da web, do marketing digital, das apps, etc.

As ilustrações como formas de linguagem visual são eficazes na medida em que elas nos afetam, despertam emoção, independentemente de qual seja o sentimento: surpresa, raiva, empatia. São mensagens e informação que decodificamos rapidamente.

 

Há um caráter plástico e atrativo na ilustração que confere uma personalidade e tom único na comunicação. Pode abranger diversas áreas de negócio. No geral o público cria empatia com imagens de fácil leitura, que sejam bastante emotivas, que marquem pela diferença e não sejam meras representações do real.

Podemos embarcar numa aventura sustentada numa narrativa real ou imaginária, mas o mais importante é que os valores da sua marca ou projeto estejam bem refletidos.

Motivos para uma comunicação mais eficaz no seu projeto são sempre bem-vindos, no entanto, devemos estar atentos ao propósito do que estamos a comunicar e ao contexto em que isso ocorre.

 

Deve apostar em Ilustração no seu próximo projeto se:

  • Os conceitos a comunicar forem demasiado subjetivos ou abstratos;
  • Tiver uma forte componente plástica/artística ou lúdica;
  • Tiver uma forte componente de storytelling;
  • Existirem dados que necessitem de ser visualizados de forma mais intuitiva;
  • Tiver um tom multicultural ou existir a necessidade de criar um universo imaginário;
  • Necessitar de uma alternativa a trabalhos sustentados noutras formas de representação como a fotografia;
  • Pretender exemplificar metodologias ou processos de trabalho de forma criativa;
  • A comunicação incluir uma componente digital ou animação do grafismo;
  • Pretender criar empatia e uma linguagem mais emotiva com o seu público;
  • Pretender acrescentar valor ao seu produto ou uma nova camada de personalização;

quer continuar a ler?
faça o download do artigo completo.

Ivo Hoogveld

2019-09-03

Critec Logo
creative
agency
critec
Olá,
Em que posso ajudar?