Numa era que viu muitas indústrias e profissões especializarem-se para crescer, o designer teve necessidade de diversificar e tornar-se multidisciplinar.

Com o crescimento mais significativo do mercado e a expansão da indústria da internet e multimédia, muitos designers estão agora envolvidos no design de páginas da web, incluindo tipografia, imagens, animações, filmes e até sons para dinamizar as plataformas digitais.

 

Automatização de processos:

O desenvolvimento de programas direcionados para design criou condições aos designers para evoluírem nas suas qualificações e na capacidade de resposta às mais diversas áreas. Para além das ferramentas base existentes nos programas, há ainda inúmeras funções e atalhos inerentes que agilizam a produtividade e desenvolvimento destes trabalhos.

Muitas destas ferramentas associadas a tarefas repetitivas foram melhoradas por recursos automatizados incorporados na maioria das aplicações. Como por exemplo: procurar e substituir, verificação ortográfica, estilos gráficos e de tipografia, sistemas de gestão de conteúdo, entre outras ações.

Se não existir um recurso que automatize e simplifique a execução de uma tarefa, podemos sempre criá-los nós próprios através de comandos, como “macros”, “scripts” ou “actions”.

O conteúdo digital disponível para os designers é imenso e deve ser usado para criar o projeto de forma ágil e simples. A constante atualização dos programas de edição não facilitaram apenas o processo de criação, mas também a pré-visualização do resultado final tanto pelo designer, como pelo cliente e, posteriormente a exportação em diferentes formatos para diversos fins.

 

O design não se faz apenas das ferramentas, mas sim das capacidades de um designer:

Um designer deverá ser multidisciplinar, entender várias áreas no processo de produção, desde da comunicação com o cliente até aos testes e verificação de qualidade do produto final. Ter conhecimentos em várias disciplinas como fotografia, ilustração, música, escrita, técnicas de web design permite garantir o sucesso do trabalho apresentado.

Nesta área criativa é importante a compreensão do funcionamento dos processos de criação desde a ideia ao produto final. A cooperação entre as equipas envolvidas num projeto e o respeito por uma metodologia é crucial para agilizar e concretizar o trabalho, sendo uma vantagem para todos os intervenientes.

O design é uma actividade muito envolvente, para a qual é preciso dedicação e vontade de aprender. Absorver o máximo das áreas que te rodeiam para seres capaz de trabalhar bem aquilo que tu gostas, mas também, seres capaz de trabalhar aquilo que menos gostas. Tudo isto, para concluir um trabalho que corresponde às necessidades do cliente, de forma eficaz.

quer continuar a ler?
faça o download do artigo completo.

Leonardo Castanheira

2019-08-13

Critec Logo
creative
agency
critec
Olá,
Em que posso ajudar?